Entenda porque é improvável que tenhamos um novo filme do Hulk

Paira sobre a cabeça de muitos fãs a dúvida do porquê a saga Planeta Hulk será simplificada e assimilada ao filme Thor Ragnarok. Porque essa grande história não conta com uma produção própria, logicamente protagonizada pelo Gigante Esmeralda. Bem, a resposta é simples e complexa ao mesmo tempo.

Sabemos que existe um grande imbróglio envolvendo os direitos cinematográficos da Marvel. Isso nada mais é do que a consequência das vendas exacerbadas dessas propriedades na década de 90, a fim de salvar a editora da falência. Se por um lado temos a Fox e a Sony cuidando bem dos seus “filhos adotivos”, por outro, temos algumas empresas que nunca souberam como desenvolver projetos com os heróis adquiridos junto à Casa das Ideias.

O caso do Hulk talvez seja o mais complexo. Até porque, você deve estar se perguntando: “E o filme com o Eric Bana? E O Incrível Hulk de 2008? E porque ele participa dos filmes dos Vingadores?”

Entenda a confusão envolvendo o Hulk nos cinemas

Pois então, antes de mais nada, vamos explicar duas coisas que nos ajudarão logo mais: A Universal era a dona dos direitos cinematográficos do herói e, em Hollywood, existem dois tipos de propriedade, uma para produção e outra para distribuição. O que aconteceu foi que a Universal perdeu os direitos de produção justamente no ano de 2003, ano do lançamento do primeiro filme do Hulk. Na época, os direitos voltaram para a Marvel, mas, apenas os de produção. Pois aparentemente, a Universal continuou proprietária da distribuição dos filmes solo do herói.

LEIA TAMBÉM:  Thor Ragnarok, Guerra Infinita e Vingadores 4 terão um arco próprio do Hulk

Vale salientar que a produção é a propriedade mais importante, porém, a circulação é mais rentável. É nela que está a grana de bilheteria e cópias domésticas (bluray, DVD etc). A Marvel já conseguiu readquirir direitos de distribuição em outros momentos. Mas no caso da Universal, não existe interesse por parte da mesma em fazer negócio. E naturalmente, a Disney não quer fazer um filme com o qual não possa monetizar.

E porque o herói participa dos outros filmes?

Sobre o longa protagonizado por Edward Norton, ali, foi uma exceção da Disney em função do universo compartilhado que estava sendo criado. Já a dúvida envolvendo a participação dos heróis em outros filmes, aí é porque a confusão restringe-se apenas à figura individual do Hulk. Não se aplica à produções em que o mesmo esteja como integrante de um grupo, ou melhor, que não assine o título do filme.

LEIA TAMBÉM:  Revelações importantes sobre o Hulk em Thor Ragnarok!

Veja o que o ator Mark Rufallo (Bruce Banner/Hulk) falou para o site Collider à respeito:

“ainda é propriedade da Universal. No momento, eu não acho que isso seja intransponível, a propósito. Mas eu não sei até onde isso vai para mim”.

E continuou: “Eu só quero deixar uma coisa perfeitamente clara hoje, um filme independente do Hulk nunca acontecerá. Porque a Universal tem direitos sobre o filme solo do Hulk e, por algum motivo, eles não sabem como trabalhar com a Marvel. Não querem ganhar dinheiro”.

Rufallo volta a interpretar o Gigante Esmeralda em Thor Ragnarok, com estreia no Brasil agendada para 26 de outubro.

Que confusão hein pessoal!? Lamentável essa situação. Que sagas do herói vocês gostariam de ver nas telonas?

Fonte: Comic Book