LISTA: 20 segredos e easter eggs do filme Thor Ragnarok!

Para garantir que não revelaríamos nenhum spoiler, esperamos algumas semanas para liberar essa super lista de segredos e easter eggs do filme Thor Ragnarok. E valeu a espera, porque a lista está imperdível!

A seleção compila as principais referências que o longa apresenta. Além claro, de um ou outro detalhe que você possa ter perdido. Amigos, vamos à lista!

20 segredos e easter eggs do filme Thor Ragnarok:

1 – Donald Blake: Historicamente nos quadrinhos Thor conta com uma identidade civil em Midgard: o cirurgião Donald Blake. No filme, temos uma referência à um detalhe clássico desse personagem que é a bengala. A mesma, nas HQs, representa à transformação de Blake em Thor quando batida no chão. No caso dos cinemas, a bengala foi substituída por um guarda-chuva.

2 – Participações especiais: Além da tradicional participação do mestre Stan Lee, o filme reserva outras três aparições surpreendentes. Todas elas ocorrem na cena que envolve uma peça de teatro em Asgard, bem no início do filme. Nela, além da estrela Matt Damon como Loki, podemos ver o irmão de Chris Hemsworth (Thor), Luke (Westworld), interpretando o Deus do Trovão, e Sam Neil (Jurassic Park), como Odin.

3 – Shady Acres: O nome do asilo em que Loki abandona Odin (Anthony Hopkins), é na verdade uma gíria para indicar um local de péssima conservação. O mesmo, já havia sido utilizado, com o mesmo propósito, no filme Ace Ventura, South Park, GTA Vice entre outros.

4 – Thor sapo: Nessa encenação existe a referência à um momento clássico do herói nos quadrinhos: a sua transformação em um sapo. Chamado de Throg (Sapo do Trovão), Odinson enfrenta uma revolta de ratos no Central Park nesse arco. A história foi criada por Walter Simonson nos anos 80.

easter eggs do filme Thor Ragnarok - Thor Sapo

5 – Outros campeões de Sakaar: A maior torre de Sakaar apresenta os bustos de outros vencedores da arena liderada pelo Grão Mestre (Jeff Goldblum). Junto à cabeça do Hulk (ainda em construção), podemos ver alguns personagens das HQs do Thor e Vingadores, são eles: Bill Raio Beta, Homem Coisa, Ares e Bibesta.

LEIA TAMBÉM:  SPOILER: Site revela o que o Thor estava fazendo durante a Guerra Civil
Mais referências à arcos clássicos dos quadrinhos

6 – “Contest of Champions”: Ainda sobre a arena de lutas, o Grão Mestre chama os combates de “Torneio dos Campeões”. Uma homenagem à saga homônima de 1982, na qual o celestial e a Morte colocam os principais heróis da Marvel para se enfrentar.

easter eggs do filme Thor Ragnarok - Torneio dos Campeões

7 – SR 142: O condinome da Valquíria (Tessa Thompson) em Sakaar, SR 142, é uma homenagem à Samantha Parrington. Ela foi a primeira encarnação da personagem nos quadrinhos.

8 – Valquíria Original: Ainda sobre a heroína asgardiana, em um flashback que mostra a primeira batalha das Valquírias contra Hela, podemos ver uma referência – pelo menos visual – à Valquíria clássica das HQs: Brunnhilde.

9 – “Caçadores de Emoção”: Na cena envolvendo a fuga de Sakaar, a senha do Thor para ativar o Quinjet é “Point Break”. Uma clara homenagem ao filme “Caçadores de Emoção” (Point Break) de 1991, estrelado por Patrick Swayze e Keanu Reeves. Na tradução, tanto de legenda quanto de dublagem, o termo utilizado foi “playboyzinho”.

10 – Manopla do infinito: Depois de muitos anos desde a sua primeira aparição em Vingadores (2012), a possível manopla de Thanos vista em Asgard foi completamente descartada em Thor Ragnarok. Quem evidencia isso é Hela (Cate Blanchett), com um simples “fake!” (falso!).

Referências aos dois primeiros filmes dos Vingadores

11 – “Adotado”: Quando indagado pelo Grão Mestre sobre a sua real conexão com Thor, Loki (Tom Hiddleston) utiliza a mesma expressão que o Deus do Trovão disse no primeiro filme dos Vingadores quando confrontado pela Viúva Negra (Scarlet Johansson) sobre o caráter de Loki.

12 – Natasha Romanoff: Sobre a Viúva Negra, o interesse romântico de Bruce Banner (Mark Ruffalo) aparece em uma gravação do Quinjet quando os heróis iniciam a sua fuga de Sakaar.

13 – “O sol está se pondo”: Fora a gravação, existe uma referência ao método utilizado pela Viúva para acalmar o Gigante Esmeralda em Vingadores: Era de Ultron. Em Ragnarok, o seu uso foi através de uma piada do Thor, na tentativa de acalmar o Hulk.

LEIA TAMBÉM:  Mark Rufallo elogia as personagens femininas do filme Thor: Ragnarok

14 – Hulk “espanca”: Além do “adotado”, existe uma outra referência ao primeiro Vingadores: a surra do Hulk em Loki. Porém, no filme, quem é jogado de um lado para o outro é o próprio Deus do Trovão.

15 – A espada da Valquíria: A arma utilizada pela heroína asgardiana na batalha contra Hela existe nas HQs. Chamada de “Presa do Dragão”, ela não é asgardiana. Originalmente, ela pertenceu ao Ancião, e posteriormente, ao Doutor Estranho. Esse por sua vez, entregou-a a Valquíria.

easter eggs do filme Thor Ragnarok - Valquíria

16 – Banner no porta-malas: A expressão utilizada por Bruce Banner para justificar os dois anos em que ficou transformado em Hulk surgiu originalmente nas HQs. Ela foi escrita pelo roteirista Greg Pak para a saga “Planeta Hulk”.

Outros segredos do filme

17 – O intérprete do Korg: O ator por trás do alienígena de pedra é o próprio diretor, Taika Waititi.

18 – Homenagens à Jack Kirby: Vários ambientes e figurinos do filme fazem referência direta ao desenhista clássico dos quadrinhos. O artista foi um dos responsáveis pela construção e aperfeiçoamento do universo envolvendo a Asgard da Marvel.

easter eggs do filme Thor Ragnarok - Jack Kirby

19 – Tesseract: Além da presença da nave do Thanos em uma cena pós-crédito, existe de maneira insinuante a aparição do tesseract – que reserva a joia do espaço – em mais de um momento. Muitos acreditam que Loki pegou o artefato durante a luta contra Hela, indicando assim, uma conexão direta com Vingadores Guerra Infinita.

20 – Thor “caolho”: A perda de um dos olhos não é novidade para o Odinson. Na verdade, trata-se inclusive de algo bem recente nas HQs.

easter eggs do filme Thor Ragnarok - Thor sem um olho

Thor Ragnarok

O filme segue em cartaz nas principais salas de cinema. Dirigido por Taika Waititi, o mesmo já arrecadou mais de 700 milhões de dólares mundialmente.